Homem visita lojas e diz ser de um banco de sangue. Segurança Pública apura possível ato ilícito

A Secretaria de Segurança Pública de Birigui está apurando um possível ato ilícito envolvendo um homem que está visitando lojas do comércio e pedindo ajuda em nome de um Hemocentro (banco de sangue).

Um banco de sangue é um centro onde o sangue coletado como resultado da doação é armazenado e preservado para uso posterior na transfusão de sangue.

Por se tratar de um espaço que geralmente salva vidas, os Hemocentros são muito respeitados pela população, já que prestam relevantes serviços à saúde do ser humano.

Segundo o secretário de Segurança Pública de Birigui, Cleber Rodrigo da Silva, um homem com o rosto pintado de branco está visitando lojas e pedindo dinheiro ou brindes para o Hemocentro de Araçatuba.

“Temos conhecimento de uma visita em uma loja do bairro Silvares, onde este homem falou palavrões após não receber doações. Enquanto estamos apurando, pedimos para que os comerciantes fiquem atentos e solicitem a identificação do Hemocentro caso alguém faça algum pedido”, disse Cleber.

Para o secretário, o caso deverá ser tratado como ato ilícito, já que um representante de um Hemocentro não utilizaria palavrões após fazer o pedido de doação.

Caso algum comerciante receba a visita de um homem com o rosto pintado de branco, pedindo ajuda para o Hemocentro de Araçatuba, basta ligar gratuitamente para 153 ou 199 (fones da Polícia Municipal de Birigui).