Juanfran não aceita proposta do São Paulo e deve se despedir ao fim do Brasileiro

Juanfran não permanecerá no São Paulo. Com contrato válido até o fim do Campeonato Brasileiro, o lateral-direito não aceitou a proposta tricolor para permanecer no clube e deve aproveitar outras oportunidades de mercado em 2021.

Aos 36 anos, Juanfran já havia aceitado estender seu vínculo com o Tricolor até fevereiro por causa da pandemia do novo coronavírus. O contrato inicial terminaria em 31 de dezembro de 2020, mas, como houve a paralisação das competições no primeiro semestre, a atual temporada acabou invadindo 2021.

Pesou na negociação os altos valores exigidos pelo jogador. Sob a gestão do presidente Julio Casares, o São Paulo terá como prioridade o corte de custos, e salários milionários se enquadram nessa contenção de gastos.

Outro fator que joga contra o São Paulo é a desvalorização do real em relação ao dólar e o euro. Se um alto salário no Brasil já não é considerado tão vantajoso quando é feita a conversão para uma moeda mais forte, vencimentos mais modestos dificultam ainda mais um acordo com um jogador que não é latino-americano.

Contratado em agosto de 2019, Juanfran soma 52 jogos com a camisa do São Paulo e tem sido titular em grande parte das temporadas desde que desembarcou no Morumbi. Consistente na defesa, o espanhol tem sido importante em um elenco bastante jovem, composto em sua maioria por atletas revelados em Cotia, passando sua experiência a esses garotos.

A tendência é que o São Paulo analise o mercado com a saída de Juanfran em busca de um lateral-direito, já que há apenas Igor Vinícius como opção, e, pelo menos por enquanto, nenhuma cria da base tricolor se destacou no setor.

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.