Um autônomo de 22 anos, morador no bairro Cidade Jardim, em Birigui (SP), foi preso na manhã desta quarta-feira (4) por policiais civis, acusado de tráfico de drogas. Ele foi detido com mais de 1 mil pinos plásticos contendo cocaína e admitiu que recebia pedidos por telefone e fazia a entrega pessoalmente.

O flagrante foi feito por investigadores do 1º Distrito Policial, em cumprimento a mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça, após denúncia de tráfico de drogas.

Com apoio de policiais civis da Delegacia do Município, chefiados pelo delegado Eduardo Lima de Paula, eles foram até à casa do autônomo, na rua das Tulipas.

Os policiais encontraram o portão da casa e uma das portas laterais abertas. Ao entrar na casa, tiveram que arrombar a porta do quarto, onde o acusado estava trancado com a companheira dele.

Informado sobre o teor do mandado de busca, ele contou que tinha uma sacola com drogas escondida no guarda-roupas, na qual foram encontrados 1.030 pinos com cocaína.

Também foram apreendidos R$ 889,00 em dinheiro que estavam na carteira do investigado, valor que seria proveniente do comércio de drogas.

Segundo a polícia, o acusado admitiu que comercializava os pinos cocaína, sendo que recebia os pedidos por telefone e fazia a entrega até os clientes. O celular dele foi apreendido para perícia.

Ele foi levado ao 1º DP, onde foi ouvido na presença de um advogado e mudou a versão. Em depoimento oficial, alegou que encontrou na rua, na tarde da segunda-feira (2), os 1.030 pinos de cocaína apreendidos na casa dele.

Entretanto, o delegado que acompanhou as buscas não acatou a versão, levando em consideração que a companheira dele afirmou que ele saía de casa durante as madrugadas sem dizer onde ia e o que ia fazer.

A autoridade policial representou pela conversão da prisão em flagrante em preventiva, sob argumento de que o acusado coloca em risco a ordem pública, por se destacar entre os traficantes de Birigui na distribuição e revenda de cocaína.

Ele deverá ser apresentado em audiência de custódia.