Segundo a imprensa espanhola, craque não quer ser influenciado pelo presidente do clube, Josep Bartomeu, que ofereceu a sua renúncia caso o jogador declare que é essa a questão

O atacante Lionel Messi pretende se manifestar publicamente sobre o desejo de sair do Barcelona. Porém, de acordo com o “As” e o “Mundo Deportivo”, o craque argentino ainda não definiu data para isso e não vai aceitar qualquer tipo de pressão por parte do presidente do clube, Josep Bartomeu. Segundo o canal “TV3”, o mandatário do Barça ofereceu a sua demissão caso o jogador viesse a público para dizer que Bartomeu é o problema.

A imprensa espanhola afirma que Messi ainda estuda a melhor forma e o melhor momento para dar explicações sobre a sua intenção de sair do Barcelona, informada ao clube na última segunda-feira. Ele não quer se envolver nas questões políticas da instituição. A última vez que o argentino falou publicamente foi depois da goleada sofrida para o Bayern de Munique, nas quartas de final da Liga dos Campeões.

De acordo com a “TV3”, o presidente Josep Bartomeu estaria disposto a renunciar ao posto imediatamente, mas a única condição seria o manifesto de Messi de que é ele o principal entrave para o jogador seguir no clube. A sua diretoria permaneceria até as eleições, previstas para março do ano que vem. O movimento foi interpretado pela imprensa catalã como uma tentativa de pressionar Messi.

Ligação de Leonardo, do PSG
O diretor técnico do Paris Saint-Germain, o brasileiro Leonardo, entrou em contato com o pai do jogador, Jorge Messi, na tentativa de dar os primeiros passos de uma negociação para trazer o craque para o clube.

Segundo o “Olé”, o objetivo foi expressar formalmente a intenção de contar com o argentino, tomar conhecimento a respeito dos caminhos para a eventual saída do Barcelona, e se informar sobre quais seriam as pretensões em termos de vencimentos.

O Manchester City é considerado o principal favorito para fechar com o jogador, caso ele realmente saia da Catalunha. O clube inglês teria oferecido um contrato de três temporadas.

O “Mundo Deportivo” afirma que o pai de Messi, que também é o seu representante, deve chegar em Barcelona no próximo domingo. Mesmo dia em que o elenco do clube catalão realiza testes de coronavírus, visando o início da pré-temporada.