Vítima teve 40% do corpo queimado; acusada disse para a polícia que não suportava mais agressões sofridas

Uma mulher de 35 anos, moradora em Guararapes (SP), foi presa em flagrante por tentativa de homicídio na madrugada desta terça-feira (25), acusada de atear fogo no companheiro dela.

Segundo a Polícia Militar, a vítima, que tem 32 anos, teve 40% do corpo queimado e foi transferida para a Santa Casa de Araçatuba. Não há informações do estado de saúde do paciente.

O crime foi descoberto por policiais militares que estavam em patrulhamento por volta das 3h45 e cruzaram com a vítima com a roupa toda queimada, no cruzamento da rua Pedro Sala com a Rio Branco, próximo a um posto de combustível.

Os policiais prestaram os primeiros socorros e acionaram uma ambulância, que levou a vítima para o pronto-socorro local.

Ainda de acordo com o que foi relatado, enquanto a ocorrência era atendida, a acusada telefonou para o Copom (Centro de Operações Policiais Militares), pelo 190, comunicando que havia ateado fogo no companheiro dela.

Segundo a polícia, o casal reside no bairro São Judas, mas o crime aconteceu em um restaurante abandonado, lugar que os dois aparentemente usavam para dormir, pois havia colchões e lençóis.

A mulher contou à polícia que para incendiar o companheiro, ela encharcou o cobertor que ele usava de álcool e ateou fogo enquanto ele dormia.

Ainda de acordo com a polícia, do local do crime até onde a vítima foi resgatada tem aproximadamente cinco quarteirões, que foram percorridos a pé.

Foram constatadas queimaduras nas pernas, nos braços, no abdome, nas costas e nas nádegas da vítima.