Camisa 10 do São Paulo fez questão de se retratar com a torcida, que não perdoou atuação abaixo do esperado e vaiou o meia; Tricolor se distancia da fase de grupos da Libertadores

Camisa 10 do São Paulo, o meio-campista Nenê deixou o estádio do Morumbi profundamente chateado com seu desempenho no jogo contra o Sport, pela 37ª rodada do Brasileirão. O jogador desperdiçou uma chance clara no primeiro tempo e perdeu um pênalti na etapa final. No fim, saiu vaiado e fez questão de pedir desculpas aos torcedores por sua atuação.

– Eu mesmo me vaiaria, eu acho. Foi ridículo o pênalti que eu bati. Sei que são coisas do futebol, que isso acontece. Erra quem está ali. Não era o momento e nem a ocasião. Tentei virar o pé e acabou não dando tempo. Quando vi, o goleiro estava caindo para aquele lado. Estou me sentindo muito mal. Entendo totalmente e peço desculpas ao torcedor são-paulino. Eu sou o cara que está mais chateado com isso, sou o cara que mais queria ter feito o gol e ajudado os meus companheiros – disse o jogador na saída do estádio.

Com o empate sem gols com o Sport, o São Paulo desperdiçou a oportunidade de voltar ao G4 do Brasileirão, posição que lhe garantiria uma vaga direta na fase de grupos da próxima edição da Copa Libertadores. O Tricolor chegou aos 63 pontos, mesma pontuação que o Grêmio, mas perde para os gaúchos no número de vitórias (17 contra 16).