Peixe tem compromissos a quitar e pode minimizar crise financeira

Se passar pelo Boca Juniors, nesta quarta, a partir das 19h15, na Vila Belmiro, o Santos garantirá uma premiação que amenizará a grave crise financeira , além do óbvio mérito esportivo de chegar à decisão da Copa Libertadores. O valor poderá quase triplicar em caso de título.

A partida decisiva vale, no mínimo, 6 milhões de dólares (R$ 32,7 milhões, na cotação atual), valor do prêmio destinado ao vice-campeão. Se conquistar o tetra, a bolada aumenta para 15 milhões de dólares (cerca de R$ 82 milhões).

Até agora, só com a Libertadores, pelos jogos na fase de grupos e pelos avanços no mata-mata, o Santos garantiu 7,5 milhões (R$ 41 milhões). Vale sempre destacar que as premiações sofrem descontos por taxas e impostos.