Honda Titan pertencia a uma mulher e foi furtada no dia 14; acusado tinha maconha escondida em outra moto


A Polícia Militar de Araçatuba (SP) recuperou uma moto furtada e prendeu dois homens acusados de tráfico de drogas em uma ocorrência na tarde de terça-feira (19), no Jardim Jussara.

Um dos acusados é um servente de 19 anos, residente no Iporã, que estava com o veículo furtado. O outro é um borracheiro de 31 anos, morador no Jussara, dono de uma oficina mecânica para motos onde aconteceram os flagrantes.

Equipe da Rocam (Ronda Ostensiva com Auxílio de Motocicletas) estava em patrulhamento quando viu o servente com a Honda Titan 1998.

Ao perceber a presença da viatura, ele retornou e entrou na casa do borracheiro, na rua Aparecido Romano, onde funciona uma oficina mecânica para motos.

Ele foi revistado e estava com três porções de maconha e R$ 15,00 em dinheiro. Sobre a moto, disse que havia pego emprestada de um amigo, sem dizer quem seria essa pessoa.

Os policiais pesquisaram o número do chassi e constataram que o veículo pertencia a uma mulher e foi furtado no último dia 14.

O servente contou que entrou na oficina porque havia deixado uma moto Shineray guardada na oficina, na qual havia mais porções de maconha.

Ao vistoriar o compartimento de guardar o capacete no veículo, os policiais encontraram dois pequenos tabletes de maconha.

O dono da oficina disse à polícia que iria ajudar o servente a pintar a moto dele, por isso o veículo estava no local. Sobre a moto furtada, disse que um cliente havia deixado na oficina, mas também não soube informar quem seria esse cliente.

O investigado alegou ainda que não tinha conhecimento da maconha guardada na moto do servente, mas revelou que tinha cocaína em casa. No quarto dele foi apreendido um saco com a droga e 43 pinos plásticos vazios para embalar entorpecente.

Ele alegou ser usuário de drogas, mas não soube explicar a procedência dos pinos plásticos. A moto furtada foi apreendida e levada para o plantão policial junto com a droga.

O borracheiro foi preso por tráfico de drogas e o servente por tráfico de drogas e receptação. Os dois ficaram à disposição da Justiça e seriam apresentados em audiência de custódia.

Fonte: Hojemais