Pelo menos 5 homens foram presos na Operação Resguardo, considerada a maior ação de combate a crimes de violência contra a mulher no Brasil

Policiais civis de Araçatuba (SP) estão desde o início da manhã desta segunda-feira (8) cumprindo mandados de prisão e de busca e apreensão contra autores e investigados por crimes praticados contra mulheres.

A ação faz parte da Operação Resguardo, coordenada pelo Ministério da Justiça e Secretaria de Segurança Pública em alusão ao Dia Internacional da Mulher. A operação é considerada a maior ação de combate a crimes de violência contra a mulher no Brasil.

Entre os presos em Araçatuba está um mecânico de 33 anos, morador no Claudionor Cinti, que teve o mandado de prisão domiciliar expedido pela 2ª Vara Criminal de Araçatuba. Após ser apresentado na delegacia e intimado das condições da prisão, ele foi liberado.

O mesmo aconteceu com um garçom de 40 anos, morador no Vilela; com um estudante de 21 anos, do São Rafael; e um homem de 43 anos, morador no São José.

Já um desempregado de 27 anos, morador no Amizade, teve a prisão por 30 dias decretada por dívida de pensão no valor de R$ 998,78. Nesse caso, ele ficou à disposição da Justiça.