Vítima contou à Polícia Militar Rodoviária que foi agredida e que o companheiro tentou estrangulá-la dentro do cemitério, em Urucuia (MG). Militares apreenderam munições e uma espingarda na residência do casal. Homem, de 31 anos, foi preso.

Uma mulher foi encontrada nua e em estado de choque dentro do carro do companheiro na MG 202, em Urucuia (MG), nesta terça-feira (7). O homem, de 31 anos, dirigia o veículo e foi preso pela Polícia Militar Rodoviária.

Violência contra a mulher: saiba como denunciar ou ter assistência
Segundo sargento Celso Assis, os militares faziam uma abordagem a outro veículo quando viram o automóvel passando em alta velocidade.

“A vítima afirmou que eles já tiveram alguns desentendimentos anteriormente. Ontem, ela disse que eles discutiram após ele ter bebido. Por causa disso, a mulher saiu para casa de um parente e ele a perseguiu pela rua.”
Ainda de acordo com o sargento, a vítima, de 28 anos, a contou que foi agredida e que o companheiro tentou estrangulá-la dentro do cemitério da cidade. Em seguida, ele conseguiu colocá-la dentro do carro e saiu em alta velocidade.

“Nós o perseguimos por vários quilômetros até conseguirmos fazer a abordagem. Quando a encontramos, ela sequer conseguia falar.”
Os policiais providenciaram roupas para a mulher, que se acalmou e conseguiu dar informações sobre o fato.

“Ela contou que ele dizia que iria matá-los e que acreditava que foi salva porque nós fizemos a abordagem”, diz o sargento Celso.

Após prestarem assistência à mulher, os militares foram até a residência do casal. No local, eles apreenderam munições e apetrechos para recarga de cartuchos de espingarda.

Ao ser questionado, o homem levou os policiais até uma área de pastagem, onde havia escondido uma espingarda.

De acordo com a PM, o autor foi preso em flagrante por posse ilegal de arma, ameaça e agressão contra a mulher. As medidas administrativas relacionadas aos crimes de trânsito também foram tomadas.

O caso foi encaminhado à Polícia Civil. O G1 não conseguiu encontrar a defesa do homem. Se algum advogado se manifestar, esta reportagem poderá ser atualizada.