Equipes usam drones na operação em mata de Cocalzinho de Goiás. Investigado por chacina em Ceilândia, ele é procurado por mais de 270 agentes desde 9 de junho.

Várias equipes realizam um novo cerco na noite desta terça-feira (22) durante buscas por Lázaro Barbosa, suspeito de matar uma família em Ceilândia. Os policiais foram para dentro da mata com lanternas e drones após denúncias de que houve uma troca de tiros entre o caseiro de uma chácara e um invasor, na região de Cocalzinho de Goiás. Veja vídeo acima.

À TV Anhanguera, policiais informaram que o criminoso tentou arrombar a porta da propriedade. Com isso, o caseiro efetuou disparos e o homem, que havia tentado invadir a chácara, também revidou com tiros. A corporação acredita que Lázaro esteja no local e, por isso, intensificou as buscas.

A movimentação começou por volta das 22h, quando alguns carros descaracterizados se deslocaram até a chácara. Sem a informação de que Lázaro foi localizado, às 00h30 de quarta-feira (23), as viaturas começaram a retornar para a base de comando.

Ainda segundo os policiais, apesar da troca de tiros, o caseiro não se feriu e não soube informar se o suposto invasor foi atingido pelos disparos.

14º dia de buscas
As buscas nas matas de Cocalzinho de Goiás entraram no 14º dia seguido nesta terça-feira. Durante a tarde, os policiais encontraram um lençol e um serrote em um local que Lázaro pode ter se abrigado, em Águas Lindas de Goiás. Veja vídeo acima. A SSP-GO informou que os objetos foram levados para perícia para verificar se eles foram usados pelo fugitivo.

Os policiais também encontraram, na manhã desta terça-feira, um carro queimado às margens de uma estrada de chão que dá acesso à Gruta dos Ecos, região onde acontece buscas por Lázaro. O veículo, um Corsa Classic, ficou totalmente destruído pelas chamas. A Polícia Técnico-Científica fez uma perícia no local, por cerca de uma hora, a fim de descobrir se ele foi usado pelo fugitivo.