Prefeitura de Birigui e Sucen irão aplicar inseticida para matar o Aedes em várias regiões da cidade

A Secretaria Municipal de Saúde e a Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) de Araçatuba realização o serviço de nebulização em Birigui para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

Os trabalhos começam nesta segunda-feira, dia 8 de abril, e seguem até o dia 18 de abril. A aplicação do inseticida será das 18h às 22h.

Duas caminhonetes estarão passando pelas ruas e pulverizando o inseticida, que é inofensivo às pessoas. Os moradores deverão deixar portas e janelas abertas, cobrir seus alimentos, bebedouro dos animais e retirar roupas do varal, mesmo molhadas.

Os moradores deverão permanecer em suas casas e não ficar nas ruas. É importante não deixar crianças e animais seguindo os veículos que estarão fazendo a pulverização.

A aplicação será feita das 18h às 22h. A meta da Secretaria de Saúde de Birigui é visitar aproximadamente 10.500 imóveis.

Confira, abaixo, os bairros que receberão os veículos que aplicarão o inseticida.

DIAS 8, 9 e 10 DE ABRIL

Jardim Aeroporto, Jardim Recanto dos Pássaros, Residencial Simões, Residencial Santa Luzia, Parque das Nações, Jardim do Lago, Parque Tijuca, Jardim Itália, Jardim das Oliveira e Jardim Flamengo.

DIAS 11, 12 e 15 DE ABRIL

Parque Residencial Santa Luzia, Residencial Art Ville, Residencial Moimáz, Jardim Art Ville II, Jardim Paraíso, Distrito Industrial 2, Conjunto Residencial Vereador Natal Mazucato (Candeias), Residencial São José, Recanto Verde 1 e 2, Residencial São Marino e Residencial Acapulco.

DIAS 16, 17 e 18

Residencial Acapulco, Residencial Atenas, Portal da Pérola II, Portal do Parque 1 e 2 e Residencial Cristo Redentor.

A Secretaria de Saúde ressalta que a nebulização é apenas um reforço aos trabalhos executados de forma ininterrupta pelas equipes de saúde e que a medida só alcançará os efeitos esperados se a população continuar eliminando dos quintais de casa objetos que acumulam água e podem servir de criadouros para o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

Os agentes vão continuar com suas atividades de rotina, como visitas casa a casa, monitoramento de pontos especiais e estratégicos.

Palestras em escolas e capacitação de colaboradores de indústrias, comércios e entidades do município também estão entre as ações preventivas.