Timão projeta receber R$ 66 milhões com a venda de atletas na temporada de 2020

Pedrinho está com a seleção brasileira sub-23 no Pré-Olímpico — Foto: Ernesto Guzmán Jr./EFE

Pedrinho está com a seleção brasileira sub-23 no Pré-Olímpico — Foto: Ernesto Guzmán Jr./EFE

Principais janelas fecham na sexta-feira: veja o que ainda pode acontecer com o CorinthiansPrincipais janelas fecham na sexta-feira: veja o que ainda pode acontecer com o Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A janela de transferências para os principais mercados da Europa fecha na próxima sexta-feira, dia 31 de janeiro. São os casos de Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França – a de Portugal se encerra no domingo, dia 2. Isso significa que clubes destes países não podem contratar jogadores do exterior depois desse período. E como isso pode afetar o Corinthians?

O clube fechou 2019 com um déficit de R$ 144,8 milhões e no orçamento de 2020 fez uma projeção de receber R$ 66 milhões com a venda de atletas. Mesmo assim, o déficit projetado ao fim da atual temporada é de R$ 21,1 milhões.

Veja a data do fechamento das janelas:

31/01: Alemanha, Arábia Saudita, Catar, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Itália, México e Turquia
02/02: Portugal
03/02: Emirados Árabes Unidos
21/02: Rússia
28/02: Ucrânia e China
27/03: Japão
05/05: Estados Unidos


Desde a temporada passada, o Corinthians busca fazer uma grande venda de jogador, mas ainda não conseguiu cumprir o objetivo. Há uma preocupação com os cofres do clube. Nenhuma proposta de valor relevante chegou à mesa do Timão até o momento.

Mas quem ainda pode sair?
Pedrinho
É o grande nome da janela de transferências para o Corinthians, mas ainda não recebeu ofertas. Aos 21 anos, o meia tem renovação acertada até 2024 com o Timão. O acordo só será assinado quando o jogador voltar da Colômbia, onde está com a seleção brasileira sub-23 para disputa do Pré-Olímpico.

Em contrapartida, Pedrinho também é considerado um dos principais jogadores do elenco e deve usar a camisa 10 deixada por Jadson nesta temporada. Naturalmente, a saída do jogador aumentaria a necessidade do clube em se reforçar no mercado.Ainda não houve uma proposta contundente pelo jogador.

Carlos Augusto
O Corinthians vê com bons olhos a negociação de Carlos Augusto. O lateral-esquerdo de 21 anos despertou o interesse do Genoa, da Itália, e está em processo para obter o passaporte italiano, mas não avançou na negociação, já que duas investidas foram recusadas pelo clube paulista. O contrato do jogador com o Timão vai até 2021.

Carlos não está nos planos de Tiago Nunes para 2020. Para a posição, o Corinthians optou por Sidcley e Lucas Piton, promovido das categorias de base e titular enquanto o companheiro de posição ainda melhora a forma física.A janela de transferências para a Itália é uma das que se fecha nesta sexta-feira.

Quem mais?
Em setembro do ano passado, o Corinthians chegou a recusar uma proposta da Roma, da Itália, por Mateus Vital. À época, o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves disse que a intenção do clube era conseguir “um valor maior” pela transferência do meia.

Enfrentando dificuldades financeiras, o Timão quer entre 12 e 15 milhões de euros (R$ 55 milhões e R$ 69 milhões na cotação atual). O Timão tem 85% dos direitos econômicos do jogador. Assim como Pedrinho, Vital é um jogador visto com potencial alto de venda.

A negociação de outros atletas com o Velho Continente pode surpreender até mesmo os diretores do clube. Cássio, Fagner e Gil, por exemplo, dificilmente deixarão o clube. Bem como Gabriel, que acabou de renovar seu contrato, e Ramiro, em alta desde a chegada de Tiago Nunes.