Profissionais da Educação Básica de 45 e 46 anos vão receber 1ª dose da vacina contra a covid-19

Os profissionais da Educação Básica das redes pública e privada na faixa etária de 45 e 46 anos vão receber a primeira dose da vacina contra a covid-19 a partir desta quarta-feira (09/6). A imunização acontecerá no drive-thru do Terminal Rodoviário, das 7h30 às 16h.

A nova fase vai abranger todos que atuam nas escolas ou em órgãos administrativos, como professores, secretários escolar, auxiliares de serviços gerais, faxineiras, merendeiras, orientadores, diretores, vice-diretores, coordenadores pedagógicos e supervisores de ensino.

Para receber a dose, os profissionais devem realizar o cadastro no site VacinaJá Educação (vacinaja.sp.gov.br/educacao). No caso da rede estadual, apenas a categoria de terceirizados devem fazer o cadastro e para os demais profissionais, o QRCode será gerado e enviado ao e-mail informado.

Os profissionais das redes municipal, federal e particular devem fazer o cadastro, informando o número do CPF, nome completo e e-mail. Em seguida, um link será enviado no e-mail para ser validado. É importante verificar se o e-mail não foi para a caixa de spam.

No passo seguinte, o profissional deve confirmar os dados pessoais e apontar nome da escola, rede de ensino, município, cargo ocupado e anexar o último holerite. O cadastro passará por um processo de análise e, se validado, o profissional receberá em seu e-mail o comprovante com um QRCode.

No momento da vacinação, a pessoa deverá apresentar o comprovante QRCod, RG e CPF para conferência dos dados pelo profissional de saúde. Caso o usuário não apresente o comprovante ele não poderá ser imunizado como profissional da educação.

PESSOAS COM DEFICIÊNCIA PERMANENTE

A Secretaria de Saúde recebeu 1.435 doses da Astrazeneca nesta terça-feira (08/6) para ampliar a vacinação para as pessoas com deficiência permanente (BPC) que recebem benefício do INSS. Além dos documentos pessoais, é necessário apresentar o comprovante do benefício.

Todos que forem ao drive-thru podem doar um quilo de alimento não perecível no momento da imunização para a campanha Vacina Contra a Fome. Os alimentos estão sendo revertidos para as em situação de vulnerabilidade social do município. A colaboração é totalmente espontânea.