Rapaz é acusado de furtar moto que havia vendido para atendente em Araçatuba

Um rapaz morador no conjunto habitacional Atlântico II, em Araçatuba, está sendo acusado de furtar a moto que havia vendido, há duas semanas, para uma balconista de 32 anos, moradora no mesmo bairro, durante a madrugada deste sábado.

A vítima disse à reportagem do Regional Press que comprou a moto, uma MVK Shineray 110, há duas semanas do acusado. Ela pagou R$ 2 mil pela moto, dando R$ 1 mil de entrada e o restante seria pago após 30 dias. No entanto, o motor da moto fundiu.

A atendente procurou o rapaz e falou sobre o problema, e foi aconselhada a mandar a moto para o conserto e o valor seria descontado na outra parcela. De acordo com a mulher, o conserto ficou mais caro do que o valor da parcela, e na sexta-feira ela informou tudo o que havia sido gasto ao rapaz que tinha vendido a moto.

Durante a madrugada, a mulher ouviu um barulho no portão, e ao sair, percebeu que o rapaz que havia vendido a moto tinha estourado o cadeado, depois estourou o miolo da trava da moto e estava saindo empurrando o veículo.

Ela questionou o rapaz e ele apenas disse, “perdeu”, e levou a moto embora. A vítima chamou a Polícia Militar, que foi atender o caso, mas não encontrou o acusado. Depois a mulher foi à delegacia e registrou o boletim de ocorrência.