Professor Cláudio protocolou no começo da semana projeto que prevê a diminuição de vereadores

De 2012 a 2018 a Câmara de Araçatuba devolveu à Prefeitura R$ 579.028 de duodécimo. Esse valor é o total economizado pelo Legislativo depois que o número de vereadores subiu de 12 para 15.

O tema da redução do número de cadeiras no Legislativo araçatubense voltou a ser discutido depois que o vereador Professor Cláudio (PMN), protocolou no começo da semana projeto que prevê a diminuição do número de cadeiras das atuais 15 para o antigo número.

Segundo o parlamentar, com três vereadores a menos a Câmara economizaria R$ 1,5 milhão ao ano. Para ele, em quatro anos, a economia seria de R$ 6 milhões.

O aumento no número de vereadores foi aprovado em dois turnos em dezembro de 2014 e fevereiro de 2015, alterando a lei orgânica do município.

A proposta do vereador é a colocação de uma emenda na lei orgânica do município que passaria a vigorar da seguinte forma: “ Art. 7.º O Poder Legislativo é exercido pela Câmara Municipal, composta por doze vereadores, eleitos entre cidadãos maiores de dezoito anos no exercício dos direitos políticos, mediante sistema proporcional e por voto direto e secreto”, revogando emenda aprovada em 2 de fevereiro de 2015.

O vereador diz ainda que votou pelo aumento na última legislatura pensando na representação dos munícipes, mas não foi isso o que aconteceu: “Acho que piorou. Não vi mais bairros representados ou comunidades amparadas. Com o dinheiro que seria economizado dá para ser construídas duas creches ou três UBSs (Unidades Básicas de Saúde), asfaltar bairros ou ainda recapear 50% do asfalto deteriorado da cidade”, afirma.

Em março do ano passado, uma matéria que tinha como objetivo a redução das cadeiras de 15 para 12 não foi considerada pelos parlamentares objeto de deliberação. Dessa forma foi impedida de tramitar pelas comissões da Casa. A propositura foi apresentada pelos vereadores Professor Cláudio (PPS), Arlindo Araújo e Cido Saraiva (MDB).

Cidades com população menor do que a de Araçatuba contam com Câmaras mais infladas. Birigui, por exemplo, que tem população estimada em 122.359 pessoas, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), tem 17 vereadores. Penápolis tem na atual legislatura 13 parlamentares e Andradina conta com 15 representantes.

Esse é mais um tema envolvendo gastos da Câmara. No mês passado munícipes questionaram o salário pago aos assessores de parlamentares que já chegou ao Ministério Público.