Mesmo com a falta de gols, há o entendimento de que o time está evoluindo

Fernando Diniz durante clássico contra o Corinthians — Foto: André Anselmo / Futura Press

Fernando Diniz durante clássico contra o Corinthians — Foto: André Anselmo / Futura Press

O técnico Fernando Diniz foi respaldado pela diretoria do São Paulo após ser xingado de burro no clássico contra o Corinthians, no último sábado, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

Aos 40 minutos do segundo tempo, o treinador tirou o atacante Alexandre Pato para colocar o volante Liziero. Como o jogo estava 0 a 0, parte dos mais de 44 mil torcedores não ficou feliz com a mudança.

Há o entendimento por parte da diretoria de que o trabalho de Diniz está sendo bem feito e que há uma evolução constante na equipe. O clube até postou um vídeo em que elogia o trabalho realizado e destaca que o São Paulo é o time que mais cria chances de gol.

@SaoPauloFC
Construir e ter prazer em jogar futebol. O que se treina é o que se joga. O time que cria mais e oferece menos chances é o time que está mais perto de ganhar. É a probabilidade, e vamos ficar com ela. Perseverança e persistência.#VamosSãoPaulo 🇾🇪

Embora o São Paulo tenha apenas seis gols no Campeonato Paulista, o São Paulo realmente é o time que mais cria chances na competição. Até a sexta rodada, foram 116 finalizações.

Os erros de arbitragem também são colocados em pauta na avaliação dos resultados obtidos por Fernando Diniz. O clube entende que foi prejudicado nos últimos três jogos.