Equipes do Corpo de Bombeiros e da Transpetro estão no local. Cinco pessoas ficaram feridas. Uma delas é uma criança.

Uma tentativa de furto de combustível causou o vazamento de gasolina de um oleoduto no bairro Parque Capivari, em Duque de Caxias, na madrugada desta sexta-feira (26). Por causa disso, cinco pessoas precisaram de atendimento médico. Duas delas já foram liberadas e outras três seguem no Hospital Adão Pereira Nunes.

A Transpetro, subsidiária da Petrobras, confirmou que o odor foi causado por uma tentativa de roubo de combustível. Bombeiros de três quartéis foram para o local. Uma funcionária da empresa, que tentou conter o vazamento, ficou ferida. Uma criança sofreu uma queimadura por causa do contato com o combustível. Ela caiu em uma poça de gasolina que estava no chão. É a única vítima que está em estado grave.

De acordo com o comandante do Grupamento de Operações com Produtos Perigosos do Corpo de Bombeiros, Fábio Andrade, a quadrilha chegou por volta de 1h da manhã, instalou uma mangueira no duto da Transpetro para roubar o combustível. Por volta de 1h50, os bombeiros foram acionados para área. O combustível não chegou a jorrar, mas entrou em contato com o solo.

Local onde aconteceu tentativa de furto em duto da Transpetro em Duque de Caxias — Foto: Divulgação/ Prefeitura de Duque de Caxias

“O vazamento está muito pequeno, foi basicamente controlado. Mas existe o risco, logicamente, pois tem muito produto no terreno. Mas as casas já foram evacuadas, os residentes que tinham em volta. O trabalho de remoção do produto vai começar”, destacou o bombeiro.

Equipes trabalham na contenção e avaliação dos danos causados pelo vazamento de combustível em Duque de Caxias, no RJ

Por medida de segurança, a Light, concessionária de energia, desligou a luz dos moradores do entorno do local onde ocorreu o vazamento.

Técnicos do Inea estão indo para o local para avaliar o risco de contaminação do solo e para os moradores.