Corinthians venceu duelo em disputa de pênaltis com uma defesa de Cássio. Pedrinho cobrou com categoria e assegurou a vaga nas semifinais do Paulistão

O Corinthians está classificado para a semifinal do Campeonato Paulista e vai enfrentar o Santos. Em um duelo decidido somente nos pênaltis (4 a 3), o Timão eliminou a Ferroviária, na noite desta quarta-feira, na Arena, em Itaquera, São Paulo, após empate em 1 a 1 no tempo normal.

O Corinthians saiu na frente com gol de Júnior Urso, mas a Ferroviária “vendeu caro” e empatou com Thiago Santos. A equipe de Araraquara valorizou a posse de bola e as muitas trocas de passes, dificultando a vida dos donos da casa em vários momentos, até nos pênaltis.

O primeiro jogo da semifinal contra o Santos será já no próximo domingo, novamente em Itaquera.

Visitante cauteloso
A Ferroviária tentou controlar o jogo no primeiro tempo com mais posse de bola. O Corinthians teve dificuldades para não cair na armadilha, mas aos poucos foi se soltando. Gustagol levou perigo em uma cabeçada rente à trave.

VAR em ação
O Corinthians balançou a rede da Ferroviária aos 30 minutos, mas o lance foi corretamente anulado pela arbitragem. Gustagol cabeceou bem uma cobrança de falta rasteira de Jadson, mas o atacante estava um pouco à frente dos demais jogadores. Luiz Flávio de Oliveira consultou o VAR e manteve a anulação.

Gol de Urso
Três minutos depois de ter um gol anulado, o Corinthians abriu o placar. Clayson avançou pela esquerda, puxou a marcação e cruzou para trás, na área, onde Júnior Urso empurrou para a rede. O Timão voltou a incomodar, mas a primeira etapa terminou mesmo 1 a 0.

Empate inesperado
O Corinthians voltou tranquilo do intervalo, mas a Ferroviária não jogou a toalha e empatou aos 14 minutos do segundo tempo. Diogo Mateus, que marcou no jogo de ida, arriscou um chute de fora da área, e o atacante Thiago Santos desviou em disputa com Manoel, que ainda tocou na bola: 1 a 1.

Pressão total
Após o empate, o Corinthians partiu com tudo para o ataque. Henrique, em duas cabeçadas, quase marcou. Em uma delas, o goleiro Tadeu fez uma defesa fundamental. Boselli, que entrou no lugar de Love, também teve uma chance, mas finalizou para fora. Fechada, a Ferroviária levou a disputa para os pênaltis.

A disputa de pênaltis
A Ferroviária começou mal e errou as duas primeiras cobranças. Tony chutou por cima, e Thiago Santos parou em Cássio. Gustagol e Clayson deixaram o Corinthians em vantagem. Uilliam diminuiu o prejuízo da Ferroviária e Tadeu defendeu a cobrança de Danilo Avelar. Higor Meritão, Boselli e o próprio goleiro Tadeu marcaram. Pedrinho converteu o pênalti decisivo e garantiu a vaga para o Timão.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 (4) X (3) 1 FERROVIÁRIA

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data/horário: 27 de março de 2019, às 21h30, quarta-feira
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP). Nota L!: 6,5 – Controlou o jogo e usou bem a tecnologia à sua disposição
Assistentes: Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini (SP)
​Cartões amarelos: Danilo Avelar (COR); Diogo Mateus e Thiago Santos (FER)
Público e renda: 34.232 pagantes / R$ 1.208.153,00