Diretoria tricolor espera respostas e vive expectativa por mais contratações nos próximos dias

O mês de março termina nesta semana, a Libertadores bate à porta para começar na segunda quinzena de abril, e o Fluminense tenta correr no mercado em busca de mais reforços. Até o momento, o clube fez apenas duas contratações para o elenco principal: o lateral-direito Samuel Xavier, ex-Ceará, e o volante Wellington, ex-Athletico-PR. Mas a diretoria tricolor tem outros alvos na mira, com quem já negocia há algum tempo, e espera uma definição nos próximos dias.

Entre as muitas sondagens, como Eduardo Sasha, do Atlético-MG, e os diversos nomes oferecidos, como Martín Benítez, hoje no São Paulo, os três nomes que continuam na mira tricolor são: o atacante Willian Bigode, do Palmeiras; o centroavante Matheus Babi, do Botafogo; e o zagueiro David Duarte, do Goiás. A diretoria abriu conversas pelos três ao longo de março e tenta achar uma composição para fechar negócio. A expectativa é ter respostas esta semana, sejam positivas ou negativas.

Willian Bigode

O atacante, que tem contrato só até dezembro com o Palmeiras, é o principal alvo do Fluminense para a Libertadores. Para tentar sua contratação, o clube fez um esforço financeiro para apresentar uma proposta nos padrões dos maiores salários do elenco, além de bônus por gols. A oferta agradou ao jogador, e há um clima de otimismo. Mas ele espera o retorno do técnico Abel Ferreira, que está voltando de Portugal no início desta semana, para decidir seu futuro no clube.